É nas fotos que mais noto a passagem do tempo, bem no espelho também noto, mas as fotos são fatais. Se há alguns anos tinha a preocupação de não aparecer de perfil por causa do meu tão odiado nariz meio papagaio, agora são estas duas rugas gigantes ao lado da boca que me fazem tirar do serio. Malditas. Dizem que um bom iluminador, aplicado no sítio certo disfarça a coisa, mas eu senhores de manhã à pressa não tenho pachorra e paciência para isso, porque corretor/iluminador eu até tenho, o que não tenho é tempo, ou vontade para me levantar 10 minutos mais cedo. Já é demasiado cruel levantar-me às 6 da matina.
E os cabelos brancos senhores? tantos, mas tantos. Se antes pintava o cabelo por gozo, hoje faço-o por “obrigaçao” porque não estou disposta por enquanto a aceitar este sinal do tempo. Eu sei que já cá moram 33 e meio, mas o tempo esse grande bandido passa depressa demais.

É a contra-partida do tanto que nos oferece.

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s