Ontem perto da meia noite ligaram-me, porque uma “pessoa de família” já de si problemática, teve outra das suas crises, crises essas que consistem em partir tudo o que vê à frente, gritar como se não houvesse amanha, ameaçar tudo e todos e mais outras particularidades desta maluquice que atinge muitos doidos mimados, que sempre tiveram tudo de cu beijado, que fazem merda atrás de merda e está lá sempre alguém para lhes limpar a peida, que lhes encobrem todas as merdas e que só se lembram dos outros quando já não sabem para onde se virar.
Eu sinceramente já levo alguma experiencia disto, mas a paciencia, essa maluca da paciencia já me falta, e para não me repetir muito estava cansada, porque tinha acabado de chegar do trabalho, estava com fome, doíam-me as pernas e estava (e estou) ainda com aquela minha amiga do peito chamada gripe.
Não fui, a meu ver um par de estalos bem dados naquela tromba tinham acalmado a situação, se bem que já vêm tarde, mas aos 19 anos ainda se pode recuperar muita coisa, mas não, não lhos quiseram dar, queriam antes que pela milionésima vez, fosse lá eu com pezinhos de lã e palavrinhas delicodoces, é mais fácil para eles, mas não meus amigos, não fui, “hi-de levar na bufa”, ela e todos os presentes.

Advertisements
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s