Tal como a Filipa, que me deixou um comentário sobre a sua paixão pelas vespas, devo confessar que também já sofri ( e ainda sofro) desse mal.

Recentemente andei feita doida em tudo o que e’ site a’ procura dessa preciosidade que e’ a vespa, descobri preços completamente parvos para motas fabricadas ate’ ao final dos anos 60, as que vieram dai para a frente nao tem grande valor de mercado e sinceramente nao sao tao bonitas e características. Verdade, verdadinha que as que encontro na rua sao recentes, e encontro resmas e resmas, mas aquelas ate’ ao final da decada de 60, nem sombras, estao guardadinhas a sete chaves nas garagens de quem as possui, porque caso contrario o risco de serem roubadas e’ enorme.

Ainda nao perdi a esperança de encontrar uma a um preço justo e que estou disposta a pagar, e dizem as melgas que convivem comigo diariamente, que nem morta irei ter essa sorte, mas eu como sou de marca “roscofe” (e pelo que vejo, “forreta”) continuo a acreditar.

A realizar-se este sonho e depois de restaurada como deve de ser, expunha tamanha beleza na minha sala (podem começar a rir, ja’ estou habituada quando digo que metia a Mota na sala). Cada um com a sua maluqueira.

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s