Ontem fui a um jantar que começou mal e acabou pior, credo, nem me lembro da ultima vez que uma noite me tinha corrido tão mal. Meia hora antes de sair de casa começou a chover a potes, toca a trocar de roupa e já atrasada lá fui eu, chegada ao restaurante nao tinha lugar para o bolas e depois de muita volta lá desencantei um buraco longe para burro, quando me sentei a’ mesa além de atrasada estava molhada até ao osso. O serviço que e’ sempre uma maravilha e a comida que e’ um mimo, ontem estava uma merda (a palavra e’ forte, mas estou a ser muito simpática), o fim da macacada foi ouvir pessoas que conheco razoavelmente bem (ou pensava que conhecia) a dizer tanto disparate junto, e’ impressionante o vicio que as pessoas tem de cagar sempre uma posta de pescada sobre a vida dos outros, de serem cínicas, de falarem o que nao pensam só porque parece bem. Eu sinceramente ja’ nao tenho paciência para isto, nao preciso disto, nao quero isto. Saltou-me a tampa e ninguem ficou sem resposta. Chegada a casa e ja’ com o porcaria do jantar deixado na primeira curva, tive uma noite de cão. O que vale e’ que depois de uma grande tempestade vem sempre um lindo arco-íris.

20120420-224714.jpg

Anúncios
Standard

2 thoughts on “

  1. Isa diz:

    Olha como eu te compreendo.
    Toda a gente na minha vida se acha no direito de opinar, mas quem raio pensam que são para falar da vida que não é deles?
    Fizes te muito bem em responder.
    Beijokas e fica bem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s